15 de outubro de 2010

Adianta?

Queria eu viver em vão,
Mas logo vem a imagem de um irmão,
Queria eu, viver só pra mim,
Mas assim o mundo chega ao fim,
Pois, de quê adianta viver sozinho,
Quando o mundo é um moinho?
De quê adianta fama, poder e dinheiro,
Quando a fome é algo tão certeiro?
De quê adianta um carro caro,
Enquanto o semáforo estiver fechado?
De quê adianta ir embora,
Quando o mundo te ignora?
De quê adianta sorrir,
Se há tanta gente sem lugar pra dormir?
De quê adianta viver,
Se, quando olho ao meu redor,
Só vejo gente a sofrer?
De quê adianta?

Um comentário:

  1. de que adianta a poesia
    quando tudo que se tem é funk na esquina?

    ResponderExcluir